As profecias
Aviso, Milagre e Castigo.

Sem dúvida, um dos aspectos relacionados a Garabandal que é mais falado, e sobre o qual muito se tem especulado, é sobre as profecias comunicadas por Nossa Senhora às pequenas videntes: o Aviso, o Milagre e o castigo. Já na primeira mensagem, divulgada a 18 de Outubro de 1961, Nossa Senhora advertiu: "O cálice está a encher-se e, se não mudarmos, virá um grande castigo". Mas naquela noite, a multidão molhada pela chuva persistente, que não parou todo o dia, e desapontada após as muitas horas de espera, apenas assistiram à presença da Nossa Mãe, através dos lábios trémulos das meninas.

Pouco a pouco, ao longo de 1962 e quando Nossa Senhora deu-lhes permissão, as meninas continuaram a receber mais informações a esse respeito. Conchita explica: «( Nossa Senhora) disse-me que Deus iria fazer um grande Milagre, e que não haveria dúvida de que era um Milagre. Virá diretamente de Deus, sem intervenção humana. Todos virão que virá diretamente de Deus.

Antes desse grande "Milagre", haverá um "Aviso" sobrenatural para preparar-nos. As meninas explicam: "Será uma experiência terrível, mas para o bem das nossas almas. Veremos dentro de nós mesmos, na nossa consciência, o bem e o mal que fizemos. O Aviso não tem como propósito assustar-nos, mas sim para aproximarmo-nos de Deus e termos mais fé».

Mas, se depois destas duas grandes intervenções divinas - o Aviso e o Milagre - a humanidade não mudar, virá um "Castigo". O castigo virá para o nosso bem e virá para a nossa conversão, mas as meninas dizem: "O castigo, se não mudarmos, será horrível". Conchita, Jacinta e Loli viram, mas nem sequer têm permissão de Nossa Senhora para descrevê-lo. A intensidade do castigo está intimamente relacionada com a resposta que dermos ao Aviso e ao Milagre.

Aviso, Milagre e castigo têm um objetivo muito claro: apelar à conversão, mudar de vida, alcançar o que a Nossa Mãe nos pediu na primeira mensagem: "Temos que ser muito bons". Mas o Aviso, o Milagre e o Castigo não são independentes das mensagens que a Nossa Mãe dá em Garabandal. Há muitos que, motivados principalmente pela curiosidade, esforçam-se para saber quando esses eventos acontecerão e em que consistirão. Mas o que é realmente importante é viver as mensagens a partir de agora, e fazer o que a Nossa Mãe nos pediu, buscando a conversão e o crescimento espiritual através da oração e da penitência, da meditação sobre a Paixão, intensificação da vida eucarística... Nós detemo-nos muito nisso, porque não será indiferente o estado espiritual em que nos encontramos quando chegar o Aviso, Milagre e Punição. O mesmo sol que suaviza a cera endurece a lama. Assim, o mesmo Aviso, Milagre e castigo que para uns trarão lágrimas de arrependimento e de amor, a outros os precipitarão no abismo de um ódio cego contra Deus.

Aviso, Milagre e o castigo nascem das profundezas do coração misericordioso de Deus e por isso devem ser preparados e recebidos com uma imensa gratidão.