Atrás das Cenas

O primeiro facto a assinalar é que, nos bastidores de "Garabandal, só Deus sabe", não se encontra uma superprodutora, e muito menos um superorçamento ou uma equipe de superprofissionais. O único que existe atrás de "Garabandal, só Deus sabe" é um profundo amor pela Virgem Maria e o desejo de colaborar na sua missão maternal de orientar a humanidade inteira para o seu único Salvador: Jesus Cristo.

Todos os participantes neste projeto trabalharam em regime de voluntariado. Além disso, a maioria dos mais de 300 intérpretes de "Garabandal, só Deus sabe", suportaram as suas próprias despesas de alojamento ao longo dos dias em que se realizaram as filmagens. Nenhum deles tinha experiência cinematográfica prévia, nem trabalha no mundo do cinema. Praticamente o mesmo se aplica a quase toda a equipe técnica, incluindo o diretor artístico, Brian Jackson, para quem o projeto "Garabandal, só Deus sabe" foi uma primeira experiência a este nível. Note-se, no entanto, que Brian Jackson teve a inestimável ajuda do americano Brian Shields, um dos fundadores da St. Luke Productions e da Lumen Entertainment. Shields chegou a Espanha uma semana antes do início das filmagens e permaneceu junto da equipe técnica durante quinze dias, tempo em que contribuiu com toda a sua experiência e profissionalismo.

A gravação foi realizada em vinte e sete dias, um tempo absolutamente recorde se considerados fatores como: a pouca experiência, tanto dos intérpretes como da equipe técnica; a quantidade de extras que se tiveram que movimentar; e todas as adaptações de ambiente e guarda-roupa que foi necessário prever. Os exteriores foram gravados em dezoito dias e os interiores em nove.

Cada dia começava com um pedido em modo de jaculatória, proclamada com força por toda a equipe: "Mãe, concede a este filme,  a tua bênção". Quanto mais refletimos sobre a pobreza com que o projeto se desenvolveu – pobreza tanto de meios como de experiência profissional - mais óbvia é a desproporção entre o contributo que demos e o resultado conseguido. Resta-nos apenas insistir na súplica de que este filme continue a transmitir a bênção da Nossa Mãe.